Christiane Gomes, Autor em Fundação Rosa Luxemburgo - Página 7 de 10

Christiane Gomes

Um eterno 7×1 para além do futebol?

Christian Russau mostra como a presença das empresas alemãs no país aprofundou e perenizou as condições de vida desfavoráveis da maior parte da população brasileira. O seu livro será lançado em São Paulo e no Rio

Manifestação de solidariedade ao povo Guarani

Comunidade em SP é ameaçada com revogação de reserva no Pico do Jaraguá; cerca de 700 indígenas, sendo 400 crianças, vivem no local

Videoaulas “Rosa Luxemburgo hoje”

A Fundação Rosa Luxemburgo em parceria com o labExperimental convidam para o labRosaluxemburgo 2017. Será uma experiência com quatro aulas sobre a atualidade do pensamento da socialista polonesa

Indígenas exigem que Temer respeite STF

Os ministros e ministras reafirmaram os direitos originários dos povos indígenas e o indigenato, em referência à longa história de reconhecimento formal do direito às suas terras no Brasil.

“Quando os pequeno sabe, os grande já comeram”

Três milhões de reais destinados a comunidades quilombolas somem e centenas de famílias sofrem com falta de acesso à água, saúde e educação

Em discussão, sua obra e seus ensinamentos

O curso “Rosa Luxemburgo” hoje, ministrado por Isabel Loureiro no mês de junho, colocou no centro do debate a atualidade do pensamento da socialista polaco-alemã

“Disciplina é uma bênção para todos”

Contratado pelo MP de São Paulo especialmente para o caso, o pesquisador Guaracy Mingardi confirmou: “A segurança interna agiu como um braço prolongado do DOPS dentro da fábrica da VW”

Pesquisadora participa de atividade com movimentos de mulheres da região

Uma das mais importantes teóricas do feminismo e do capitalismo, no Brasil para o lançamento de seu livro Calibã e a bruxa, participa de diálogo com objetivo de aprofundar a troca de experiências com lideranças de coletivos femininos que atuam na linha de frente nas comunidades cariocas

Lançamento de “Calibã e a bruxa” no Brasil

Autora argumenta que o assassinato de centenas de milhares de bruxas foi, juntamente com a submissão dos povos africanos e americanos, um aspecto fundacional do sistema capitalista, uma vez que designou às mulheres o papel de “produtoras de mão de obra”

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux