Sobre a Constituinte e o governo provisório

2021

- Fundação Rosa Luxemburgo

Sobre a Constituinte e o governo provisório
Título original: Rzecz o Konstytuancie i o Rządzie Tymczasowym
[cc] Fundação Rosa Luxemburgo, 2021

 

SOBRE A PUBLICAÇÃO

Sobre a Constituinte e o governo provisório, lançada exclusivamente pela Fundação, é uma publicação inédita em português, até hoje veiculada apenas em polonês, língua na qual Rosa Luxemburgo a escreveu em 1906.

Rosa estava presa em Varsóvia quando redigiu essas breves páginas refletindo sobre os intentos revolucionários da Rússia em 1905. O movimento não conseguiu tomar o poder, acabou brutalmente massacrado e reprimido, embora tenha obtido algumas conquistas.

No texto, a polonesa registra quais seriam os desafios do movimento revolucionário quando consegue tomar o poder, dialogando com aquele período efervescente das lutas sociais no início do século XX. Trata-se de uma contribuição pouco discutida da revolucionária ao debate do período de transição, em que ela apresenta as principais tarefas do governo provisório.

Logo no começo do livro, há uma introdução do Holger Politt que contextualiza a produção:

“No final de 1905, Rosa Luxemburgo fora ilegalmente de Berlim para Varsóvia. Ela esperava vivenciar a queda próxima do tsarismo em todo o império russo e a instauração de uma República democrática que garantisse plenas liberdades políticas. Imediatamente após sua chegada, jogou-se na atividade revolucionária que, no seu entender, consistia em trabalhar como jornalista e em analisar a situação”.

A revolucionária considera que a vanguarda dos proletários deveria garantir as condições para que se realizassem eleições a fim de redigirem uma nova Constituição que assegurasse as conquistas sociais, evitando assim que os revoltosos fossem massacrados ou derrotados. Luxemburgo também defende que o governo provisório teria que manter o poder até que as tarefas da revolução fossem cumpridas e a nova ordem se consolidasse.

“O proletariado combatente precisa, no momento da vitória, tomar o poder em suas mãos, não para constituir um governo permanente, mas para estabelecer um assim chamado governo provisório, cuja tarefa seria manter o poder até que as tarefas da revolução sejam cumpridas e a nova ordem se consolide”, Rosa Luxemburgo. Como essa pequena contribuição para a teoria marxista, a fundadora do Partido Comunista da Alemanha esclarece um pouco mais o que considerava ser o desafio do movimento revolucionário logo depois de derrubar o tsar.

O livro em PDF estará disponível no link ao lado.

BAIXAR
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux