As faces de um país em disputa - Fundação Rosa Luxemburgo
PUBLICAÇÃO

As faces de um país em disputa

As profundas mudanças pelas quais o Brasil tem passado na última década desafiam a esquerda não só a um esforço de compreensão, mas também de reflexão sobre como responder a novas questões colocadas pela realidade.

O pano de fundo dessas transformações tem múltiplas causas e, entre elas, podemos elencar as consequências das políticas ultraneoliberais, da vertiginosa reprimarização da economia, acompanhada pela explosão do desemprego e da informalidade, e do intenso processo de “acumulação por despossessão”, marcado pela super exploração da natureza e a violência contra povos tradicionais. Tudo isso se combina às históricas desigualdades da sociedade brasileira cujo combate foi bruscamente interrompido com o golpe de 2016.

As ameaças à ordem democrática e o risco da consolidação de um projeto autoritário entraram novamente na agenda política do país, em meio a um governo reconhecidamente comprometido com a destruição de garantias sociais e ambientais inscritas na Constituição de 1988. Se a gravidade desse cenário de hoje poderia surpreender um observador dez anos atrás, entender os elementos principais da cultural política do povo brasileiro é uma necessidade para possibilitar uma intervenção qualificada das forças políticas comprometidas com uma sociedade mais justa. É nesse sentido que saudamos os esforços da Fundação Perseu Abramo em investigar o conjunto de valores e percepção na sociedade brasileira, por meio de uma pesquisa realizada pelo Núcleo de Opinião Pública, Pesquisas e Estudos (NOPPE) ao longo de 2021.

Em um contexto de radicalização política, aprofundar o conhecimento da subjetividade que cerca o segmento identificado como “não polarizado” é uma tarefa fundamental para a disputa política contemporânea. A publicação desta obra, organizada com primor por Jordana Pereira e Rogério Chaves, aprofunda esse debate, a partir da intepretação e discussão feita por um time extremamente qualificado de pesquisadoras/es, professoras/es, ex-gestoras/es e militantes que contribuem com artigos sobre os mais temas centrais, relacionando os achados da pesquisa com questões estruturantes da sociedade brasileira.

Parceira nesta iniciativa, a Fundação Rosa Luxemburgo reafirma, assim, seu compromisso com a busca da qualificação da intervenção política comprometida com a transformação sócio ambiental e o enfrentamento das desigualdades. Presente no Brasil desde 2003, a Fundação é uma organização alemã, vinculada ao partido Die Linke (A Esquerda), e desenvolve projetos de cooperação internacional estimulando a formação política e a crítica social. É com a expectativa de que esse material produza mais reflexões e debates orientados para a necessária transformação da realidade brasileira que destacamos seu valioso conteúdo e sinalizamos para futuras iniciativas que sigam contribuindo com esse
duplo desafio tão caro à esquerda: compreender e transformar.


Torge Löding
Jorge Pereira Filho
Fundação Rosa Luxemburgo – São Paulo e Assunção

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux