Diretrizes para publicações

Um guia para obras que contam com o apoio da Fundação Rosa Luxemburgo. Como fazer a aplicação de logotipo, utilizar a tipografia, aspectos sobre cor, direitos autorais e outros

Raça e gênero na reprodução do capital

Partindo do pensamento de Angela Davis, cujo livro Mulheres, Raça e Classe foi recentemente publicado no Brasil pela editora Boitempo, Rosane Borges e Paola Prandini falam sobre como o racismo atua na reprodução do capitalismo e a importância deste debate para a esquerda brasileira.

O adeus a Dom Paulo Evaristo Arns

Quando questionado como gostaria de ser lembrado, respondeu: “como um amigo do povo”. E assim o será, um religioso que colocou sua prática para defender a população mais pobre e os direitos de todas as pessoas

Agronegócio, resistência e pragmatismo: as transformações do MST

“Entramos assim de chofre no coração do nosso problema, a dívida não saldada da questão agrária, que persiste no Brasil, configurando-se como obstáculo incontornável a ser superado se quisermos ser uma sociedade integrada de fato: igualitária, justa e livre”.

CFK e Dilma em São Paulo

As duas lideranças falarão sobre a conjuntura atual. A conferência acontece na Casa de Portugal e terá transmissão ao vivo pela página da FPA no Facebook, com retransmissão no portal da instituição

Por que Angela Davis?

Para aquecer a discussão para a roda de conversa, leia trecho do prefácio da edição brasileira de Mulheres, raça e classe, escrito pela filósofa e secretária adjunta de direitos humanos de SP

Mulheres, raça e classe

Em um momento onde a esquerda busca se reinventar e refletir sobre a sua prática e recentes derrotas, a Fundação Rosa Luxemburgo convida a todxs para a roda de conversa Angela Davis: raça e gênero na reprodução do capital

Para entender O capital

Obra ilustrada se constitui como um importante material de apoio para a compreensão do autor, conduzindo a leitura pelos conceitos centrais do marxismo

“A esquerda precisa se reinventar”

Em entrevista, o sociólogo luxemburguista discute os desafios da esquerda no Brasil e defende convergência das mais diversas frentes transformadoras em torno da resistência à agenda de Michel Temer

Última semana da peça RÓZÀ

De volta a SP a partir de 27 de outubro, e depois de circular pelas escolas públicas da cidade, espetáculo multimídia RÓZÀ se desenvolve a partir das cartas escritas por Rosa Luxemburgo na prisão