admin, Autor em Fundação Rosa Luxemburgo - Página 6 de 24

admin

“Na América Latina não há governos anticapitalistas, anticoloniais, antipatriarcais”

Governos progressistas da América Latina seguem atados a lógica de exploração da natureza, diz o economista equatoriano Alberto Acosta. O ex-ministro de Correa propõe retomada de conhecimentos indígenas sul-americanos.

O Bem Viver – um novo horizonte

O novo livro de Alberto Acosta inspira-se na resistência dos povos originários para propor alternativas anticapitalistas à ideologia do desenvolvimento. Recebeu uma edição brasileira pelas Ed. Autonomia Literária e Elefante

Lançamentos em São Paulo, Rio de Janeiro e Mariana

O político e economista equatoriano Alberto Acosta lançará o livro nas três cidades com debates abertos ao público nos dias 26, 27 e 28/1. Confira a programação!

O Bem Viver como horizonte estratégico

Posfácio ao livro “O Bem Viver – Uma oportunidade para imaginar outros mundos” de Alberto Acosta que será publicado pelas Editora Autonomia Literária e a Editora Elefante com o apoio da FRL.

Contratações de serviços 2016

A FRL procura pessoas interessadas em prestar serviços para o ano de 2016. Confira os editais específicos das áreas de webmaster para site, edição de vídeo, revisão de textos, projeto gráfico de publicações, gráficas e tradução (alemão e espanhol).

O desmatamento não se para com falsas soluções

Depois de mais de vinte conferências climáticas da ONU, as negociações ainda estão direcionadas a cifras e números, como se a crise climática se resumisse a isso.

Cinema Rosa: Os carrascos também morrem

O filme estreou em 1943 nos EUA, dirigido por Fritz Lang e roteiro feito a partir de texto de Brecht. Haverá a exibição deste filme com comentários de Pedro Mantovani. O evento faz parte do ciclo de filmes organizado pela DASP. Grátis.

Um mês do Desastre Socioambiental de Mariana

Após um mês do rompimento da Barragem de Rejeitos do Fundão, na cidade de Mariana, estado de Minas Gerais, a situação nas regiões afetadas se agrava. Os mortos e desaparecidos, o soterramento de comunidades inteiras e a morte do Rio Doce  são apenas o começo da tragédia provocada.

Indígenas contra a PEC 215

Um grupo de cerca de 200 indígenas Kayapó, do Pará, e de diversos povos do Parque Indígena do Xingu (MT) protestou ontem (17/11) na Esplanada dos Ministérios e na Praça dos Três Poderes, em Brasília, contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 215.

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux