01/23/2019

Ponto de Debate 19: Um estado que mata pretos, pobres e periféricos

Acesse a íntegra do publicação Um Estado que mata pretos, pobres e periféricos, de autoria dea jornalista de direitos humanos Tatiana Merlino, que tem como objetivo refletir sobre o impacto da violência policial para a população negra no Brasil, com foco no estado de São Paulo.
12/11/2018

Um Estado que mata pretos, pobres e periféricos

O número de mortes de jovens negros e pobres no estado de SP bateu o recorde em 2017.Publicação que reflete sobre o assunto será lançada, em SP, com debate nesta terça, 18/12.
08/14/2018

Perseguidos políticos da Era Vargas

Perseguição de estrangeiros no Brasil é tema de debate na Universidade Federal de São Paulo, com apresentação de pesquisas sobre casos concretos e subsídios para o debate sobre direitos de migrantes e democracia ontem e hoje
05/24/2018

Assassinatos batem novo recorde com maior número desde 2003

Os assassinatos de sem-terra, de indígenas, quilombolas, posseiros, pescadores, assentados, entre outros, tiveram um crescimento brusco a partir de 2015. O estado do Pará lidera o ranking de 2017
05/23/2018

Submetralhadora da Heckler & Koch foi usada para matar Marielle Franco

"Quem autoriza o fornecimento de armas bélicas para o governo brasileiro e para as empresas de armas torna-se cúmplice das graves violações de direitos humanos e dos assassinatos"
02/05/2018

Perseguidos por serem estrangeiros

Expulsões e detenções de migrantes durante a Era Vargas são tema de debate no Museu da Imigração de São Paulo, com apresentação de casos concretos e subsídios para o debate sobre direitos de migrantes ontem e hoje
12/14/2017

“Dialogar sobre violações dentro das empresas é um problema”

É fundamental salientar a importância dos arquivos, da gestão documental, do acesso a documentos e informações por parte de sindicatos e empresas
10/06/2017

Viagem ao coração da jazida Vaca Muerta

Os projetos hidrocarboníferos, junto ao acaparamento de terras, são uma das fontes do agravamento do conflito indígena
07/18/2017

O país mais perigoso

Em 2016, um espantoso número de 49 pessoas foram assassinadas por protegerem suas terras. As raízes do conflito encontram-se na história do colonialismo e da escravidão no Brasil, e o fato de o governo nunca ter resolvido os problemas estruturais do setor agrário
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux