Lançamento do livro Tarifa zero: a cidade sem catracas

A Fundação Rosa Luxemburgo, em parceria com a editora Autonomia Literária, promove em 23 de setembro, às 18h, um debate virtual para o lançamento do livro Tarifa Zero: a cidade sem catracas. A publicação apresenta a tentativa de implementação da Tarifa Zero em São Paulo no início dos anos 1990. Escrito pelo ex-secretário Municipal de Transportes, Lucio Gregori, juntamente com Chico Whitaker, José Jairo Varoli, Mauro Zilbovicius e Márcia Sandoval Gregori, a obra não se limita a resgatar um momento decisivo na defesa do direito à mobilidade, mas também aborda formatos e horizontes possíveis para garantir políticas públicas que ampliam e democratizam cidades.

O evento será transmitido simultaneamente pelo canal no Youtube da Fundação Rosa Luxemburgo e da Autonomia Literária. Além de Lucio Gregori, participam da conversa Clarice Linke, diretora executiva do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP); Marcos Emanuel, integrante do Movimento Passe Livre em São Paulo (MPL-SP) e Letícia Birchal, integrante do movimento Tarifa Zero em Belo Horizonte. A mediação será realizada por Daniel Santini, coordenador de projetos da Fundação Rosa Luxemburgo – Brasil e Paraguai, e autor do livro Passe Livre: as possibilidades da tarifa zero contra a distopia da uberização.

Tarifa Zero: a cidade sem catracas
Lucio Gregori, Chico Whitaker, José Jairo Varoli, Mauro Zilbovicius e Márcia Sandoval Gregori, com prefácio escrito por Juca Kfouri e apresentação na contracapa pela ex-prefeita Luiza Erundina
Autonomia Literária e Fundação Rosa Luxemburgo
São Paulo, 2020
Páginas: 210

A  Fundação Rosa Luxemburgo disponibiliza gratuitamente exemplares* para associações de ciclistas e pedestres, coletivos que lutam por mobilidade justa, gestores públicos que trabalham no desenvolvimento de políticas de transporte livre e bibliotecas de acesso público. Entre em contato para saber como retirar o seu. Para uso privado, é possível adquirir diretamente com a Autonomia Literária.

* Sujeito à disponibilidade em estoque.

Sobre os autores

Chico Whitaker

Com 88 anos, é jovem há mais tempo que os outros do bando. Formado arquiteto-urbanista, quando tinha ilusões, se meteu em tantas que virou um especialista em ideias gerais. Pagou com quinze anos de exílio e pauladas na cabeça com o golpe no Chile (onde servia à Cepal). Aos 58 anos, virou vereador, e teve a pretensão de ajudar a aprovar a Tarifa Zero. Mais adiante, se meteu no tal de Fórum Social Mundial.

José Jairo Varoli

Formado e pós-graduado em Economia pela PUC-SP. Foi gerente de departamento da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), e, no governo Erundina, convidado por Lucio Gregori, assumiu as seguintes funções: diretor de Gestão da Companhia de Transportes Coletivos (CMTC) e presidente da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Viu no fundão da Zona Sul as pessoas entrarem nos ônibus pela janela. “Fomos muito além da ampliação da frota. Criamos a Tarifa Zero”, resume.

Lucio Gregori

É um jovem de 83 anos. É engenheiro e pós-graduado em Mecânica dos Fluidos pela Poli-USP (ninguém é perfeito…). Foi diretor de Planejamento da Emurb, diretor técnico da Emplasa e de Planejamento da Fundação Seade. Soube pelos jornais que fora escolhido como secretário municipal de Serviços e Obras de Luiza Erundina e depois foi secretário municipal de Transportes. O resto vocês verão no texto do livro…

Márcia Sandoval Gregori

Mestre, arquiteta, urbanista e pós-doutoranda pela FAU-USP, trabalha como professora. Seu desejo é fazer do mundo um lugar mais justo e prazeroso para todos, equilibrando a potência feminina e a masculina numa sociedade baseada na colaboração e valorização do sensível em lugar da competição. É considerada uma pessoa muito radical e um tanto brava. E é isso mesmo! Lutar por esse mundo diferente exige sonhar, mas também se indignar e desconstruir narrativas naturalizadas na realidade atual. Bem no espírito da Tarifa Zero e deste livro.

Mauro Zilbovicius

Corintiano, doutor, mestre e engenheiro de produção pela Poli-USP. Em 1980-1981, ajudou a fundar o PT, tendo sido o primeiro vice-presidente do diretório distrital Santa Cecília e Campos Elíseos, em São Paulo. À época, construir o PT significava lutar contra a injustiça e a desigualdade. Entrou no Governo Erundina, convidado por Lucio Gregori, querendo transformar a cidade e a política não só no limite do possível, mas – e é isso que faz diferença – tensionando e alargando o possível. Por isso, ajudou a inventar a Tarifa Zero. Continua tentando inventar coisas assim.


  • Como garantir direitos para quem trabalha para aplicativos?

  • Evento online: Precarização e Direitos Trabalhistas

  • Série “Papo Livre” discute o transporte como um direito
  • Input your search keywords and press Enter.