TRANSPORTE

Cidade livre #08 – Ana Carolina Nunes e Rafael Calabria

No oitavo episódio da série especial Cidade livre, parceria do Guilhotina com a Fundação Rosa Luxemburgo (FRL), Bianca Pyl e Luís Brasilino discutem as ameaças de retrocessos na área de transportes com Ana Carolina Nunes e Rafael Calabria. Ana Carolina é doutoranda em Administração Pública e Governo na Fundação Getúlio Vargas, pesquisa políticas públicas, mobilização social e projetos nas áreas de mobilidade urbana e igualdade de gênero e participa da Cidadeapé, associação de defesa da mobilidade a pé; e Rafael, graduado em Geografia pela USP e especializado em Planejamento e Gestão de Cidades pela Escola Politécnica da USP, é criador e conselheiro da Cidadeapé, titular do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito de São Paulo e coordenador do Programa de Mobilidade Urbana do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec).

De acordo com eles, a principal ameaça para a construção de uma cidade mais livre e de um trânsito menos violento e mais democrático é a manutenção tendência atual de prioridade ao transporte individual motorizado, que penaliza a população mais pobre ao mesmo tempo em que é responsável pela maioria dos acidentes. Entretanto, Ana Carolina e Rafael alertam para medidas pontuais, com destaque para as perspectivas de elevação das tarifas e para o PL da Morte (n.3267/19), sancionado em outubro pelo presidente Jair Bolsonaro e que altera o Código Brasileiro de Trânsito. A nova legislação eleva de cinco para dez anos o prazo para renovação da carteira de motorista, torna multas leves e médias puníveis apenas com advertência, aumenta o número de pontos que levam à suspensão da CNH, entre outras medidas. Eles falaram ainda sobre a atuação da Cidadeapé e os desafios da luta em defesa dos direitos dos pedestres.

Trilha: Rincon Sapiência, “Transporte Público”; e Chico Science, “Rios, pontes e overdrives” (Chico Science e Fred Zero Quatro). Ilustração: Rodrigo Corrêa. A série Cidade livre reúne em dez episódios vinte ativistas, pesquisadores e gestores públicos para discutir a mobilidade urbana à luz das publicações “Passe livre: as possibilidades da tarifa zero contra a distopia da uberização” (https://rosalux.org.br/passe-livre/) e “Tarifa zero: a cidade sem catracas” (https://rosalux.org.br/lancamento-do-livro-tarifa-zero-a-cidade-sem-catracas/), ambas da Autonomia Literária com a FRL.

Esta publicação foi realizada com o apoio da Fundação Rosa Luxemburgo e fundos do Ministério Federal para a Cooperação Econômica e de Desenvolvimento da Alemanha (BMZ). O conteúdo da publicação é responsabilidade exclusiva do Le Monde Diplomatique Brasil e não representa necessariamente a posição da FRL.

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux