Tarifa Zero BH debate caminhos para transporte justo, de qualidade e com gestão democrática - Fundação Rosa Luxemburgo
Mobilidade

Tarifa Zero BH debate caminhos para transporte justo, de qualidade e com gestão democrática

Como o objetivo de ampliar a participação democrática e contribuir com subsídios técnicos nas discussões sobre a crise no transporte público, o movimento Tarifa Zero BH realizou uma série de atividades ao longo do ano, incluindo formações, participação em audiências públicas, debates e até um álbum de marchinhas de Carnaval sobre o tema.

Em setembro, como parte do esforço, o grupo organizou uma apresentação online e promoveu o lançamento de uma cartilha com informações sobre a situação atual do setor em Belo Horizonte. A publicação, intitulada “A que ponto chegamos?”, foi apoiada pela Fundação Rosa Luxemburgo e está disponível para download no site do grupo https://tarifazerobh.org/     

Na live, disponível no canal do Youtube do grupo, foram discutidos caminhos possíveis para a regulamentação de subsídios à tarifa e da necessidade de um novo contrato que retire poder do empresariado e amplie a participação social.

Também foram mencionadas questões específicas como a CPI da BHTrans, o pedido do MP pedindo derrubada do contrato das empresas, a extinção da BHTrans, a criação da SUMOB e a suspensão do Comitê de Repactuação do Contrato.

Dando sequência ao processo de acompanhamento da reestruturação do transporte coletivo de ônibus em Belo Horizonte, o coletivo Tarifa Zero BH pretende realizar mais encontros regulares e deixa aberto os canais em redes sociais para quem quiser participar dos próximos:   

https://www.instagram.com/tarifazerobh

https://twitter.com/tarifazerobh/

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux